Desde muito pequeno sempre tive uma característica bem forte para controle do dinheiro, não gasto à toa, não saio comprando por impulso e sempre pesquiso o menor preço dos produtos. A internet é uma ferramenta poderosa que pode te ajudar a fazer um planejamento financeiro correto e, assim, evitar que a falta de dinheiro vire uma dor de cabeça no fim do mês.

planejamento financeiro

Um site muito conhecido no Brasil sobre educação financeira é o Dinheirama. O Conrado Navarro, autor do site, tem diversos livros publicados e que ajudam pessoas comuns a entender como fazer um planejamento financeiro familiar e obter saldo todo mês para investimentos, além de tudo sobre dinheiro.

E, lendo sobre o assunto pensei, e por que não compartilhar esse conhecimento com os leitores do Brasil Dinheiro? Pois aqui vão alguns dicas. Dividi em dois artigos para facilitar a leitura e não tornar o post muito extenso.

Quais os principais erros no planejamento financeiro?

Orçamento “se sobrar”

Você já parou para pensar naquele objetivo que ainda não conseguiu atingir? Provavelmente sua estratégia para criar seus objetivas é “se sobrar” um dinheiro você faz aquela viagem tão sonhada ou comprar aquele aparelho para por em casa.

O que acontece na prática é que quase nunca sobra dinheiro, por mais que não queira você bloqueia seu objetivo por fazer seu planejamento de forma errada, isso acontece porque não há um compromisso da família em fazer sobrar algum dinheiro para realizar o objetivo. Ou seja, não é “se sobrar”, você precisa impor uma meta, conversar com sua família, ai sim, você vai fazer sobrar dinheiro para alcançar seu objetivo tão sonhado.

Confundir ferramenta com armadilha

Você já usou o cheque especial? Então, já sabe que esse é o maior perigo para desequilibrar suas finanças, pois essa é uma forma de crédito muito rápida mas com altas taxas de juro. Perceba como uma ferramenta de crédito passa a ser uma armadilha no seu dia a dia financeiro, juros de mais de 7% ao mês, podem prejudicar e muito o andamento das finanças da sua família.

Então, quando você for consumir algo, faça isso com o dinheiro que já tem poupado ou com o dinheiro que ainda irá poupar. Muito cuidado ao optar por usar as ferramentas de crédito disponíveis no mercado. Prefira comprar à vista com um bom desconto e negocie o valor que você irá pagar.

Conclusão

Como vimos nessas duas dicas, para fazer um planejamento financeiro adequado e poupar dinheiro para investimentos não é fácil, requer trabalho e determinação para alcançar seus objetivos.

Leia também: Principais erros no planejamento financeiro – Parte 2